sexta-feira, 17 de fevereiro de 2006

sistema de cotas

Brasil e Argentina estão promovendo junto com outros países da América do Sul, como Uruguai, Chile, Paraguai, Peru, Bolívia e Venezuela, um sistema de cotas para proteger as indústrias nacionais de cinema, conforme escreve hoje John Hopewell na edição diária do 56º Festival de Berlim da revista norte-americana Variety, ao entrevistar o novo presidente do Instituto do Cinema Argentino (INCAA), Jorge Alvarez.

As primeiras negociações aconteceram no Festival de Punta del Este, Uruguai, no começo de fevereiro. Os dirigentes dos institutos voltarão a se reunir para discutir o tema no próximo festival de Mar del Plata, no início de março.

Brasil e Argentina possuem hoje sólidas bases industriais. O cinema argentino lançou apenas no ano passado 67 filmes, alguns dos quais foram grandes sucessos de bilheteria. Mas os demais países do Mercosul não estão nas mesmas condições, apesar de alguns apresentarem sinais de melhora.

Nenhum comentário: