domingo, 19 de fevereiro de 2006

filme bósnio vence em Berlim

Jasmila Zbanic, diretora de "Grbavica". Foto AFP/Johaness Eislele

O filme "Grbavica", de Jasmila Zbanic, ganhou ontem o Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim. O filme narra o trauma posterior à Guerra da Bósnia, as consequências permanentes dos estupros sistemáticos de mulheres pelos soldados sérvios durante aquele conflito.

A cineasta, de 30 anos, disse que "a guerra na Bósnia acabou há cerca de 13 anos e até hoje os criminosos de guerra Radovan Karadzic e Ratko Mladic vivem livremente na Europa". O filme coloca no centro das atenções as 20 mil mulheres violentadas durante o cerco de Sarajevo.

Outros dois filmes compartilharam o Urso de Prata: o iraniano "Offside", de Jafar Panahi, que trata dos esforços inúteis realizados por mulheres e meninas para assistir a uma partida de futebol em Teerã, e "A Soap", de Pernille Fischer, sobre uma confusa mulher dinamarquesa.

O Urso de Ouro para melhor diretor foi dado aos britânicos Michael Winterbottom e Mat Whitecross, por "The Road to Guantanamo", polêmico e oportuno filme contra a prisão militar norte-americana em Cuba.

O Urso de Prata para melhor atriz foi dado a alemã Sandra Hueller, por sua atuação em "Requiem", dirigido por Hans-Christian Schmid. O prêmio de melhor ator foi para o também alemão Moritz Bleibtreu, por "The Elementary Particles", de Oskar Roehler.

Nenhum comentário: