sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

lúcida lavoura

O meu apreço, o meu abraço, ao grande escritor Raduan Nassar.

Sua lúcida lavoura me representa.

Thelonious

"Mas em composição cubista / meu mundo Thelonious Monk`s blues..."
- Caetano Veloso

35 anos sem melodias cubistas.

e o mundo não se acabou...

Decepcionante. Essa coisa de fim de mundo o cinema americano já fez melhor em seus filmes ruins.
À propósito do meteoro que não veio, como se não bastassem Trump, Temer e outros temerosos, o cinemão hollywoodiano banalizou em trilhas de filmes apocalípticos uma obra-prima da música clássica, "Carmina Burana", do alemão Carl Orff.
Composta no começo dos anos 30, o autor dizia que sua criação foi inspirada na era medieval, era uma "celebração de um triunfo do espírito humano pelo balanço holístico e sexual".
O que muitos filmecos fizeram não tem nada de holístico, muito menos sexual.
Abaixo, "O Fortuna", trecho da belíssima cantata, executada pela The Johann Strauss Orchestra sob a matuta do maestro neozelandês Andre Rieu, numa gravação ao vivo na cidade Maastrich, uma das mais antigas dos Países Baixos, em 2012, um dos anos em que também anunciaram que o mundo ia se acabar.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

valeu a pena

video
Gratidão a todos os alunos e coordenadores da Escola de Cinema do Sertão que, entre tantos agrados, presentearam com esse vídeo pelo meu aniversário ontem.
Amor pelo cinema. Amor pelo trabalho. Muito gratificante ter morada no coração das pessoas de paz. 
Meu coração abraça a todos.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

coração


um coração afinado

"Naquele dia, não sei porque, fui dormir e não esperei ele chegar. Soube que ele chegou, tirou o paletó, sentou ao piano e tocou ‘Noturno’. Quando terminou, virou o pescoço para trás, como se fosse descansar, e não acordou mais".
Assim relata o pianista e professor Renato Mendonça sobre a morte do seu pai, o compositor Newton Mendonça, aos 33 anos, em 1960. O filho não dormia enquanto ele não chegasse trazendo uma barra de chocolate. Mas naquela noite o sono do menino não deixou ver o sono definitivo do pai, abatido por uma nota só de um enfarto no silêncio noturno de sua casa.
Newton Mendonça, que hoje faria 90 anos, foi um dos principais criadores da Bossa Nova, quando João Gilberto gravou Desafinado, parceria com Tom Jobim, no seu primeiro disco, Chega de saudade, 1959.
Assim como a faixa-título, a composição tornou-se icônica naquele jeito novo de cantar, quase sussurrando no ouvido o que dizia o peito de um desafinado.
Mendonça deixou poucas canções, mas todas com sucesso e reconhecimento por quem gravou. Revelou-se na história da música brasileira a nossa enorme gratidão.
Na foto acima, os corações afinados dos Mendonças, pai e filho.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

depois daquele conto

O escritor argentino Julio Cortázar dizia que o conto é como fotografia, o romance como cinema. O cineasta Michelangelo Antonioni o contradisse quando filmou, em 1966, Blow-up - Depois daquele beijo, adaptado de um dos seus mais curtos textos, As babas do diabo.
Vários outros cineastas fizeram o mesmo, com vários contos de narrativas psicológicas, surrealistas, como Jean-Luc Godard, Luigi Comencini, Diego Sabanés, Guilherme de Almeida Prado, Laura Papa, Roberto Gervitz, Manuel Antin, Jana Bokova, Sergio Bianchi, Claude Chabrol, Nina Grosse... A lista é longa, dá um romance.
Cortázar, que foi muito e merecidamente festejado em 2014, por ocasião do centenário de nascimento, faleceu numa tarde de 12 de fevereiro de 84, de *leucemia, solitário e deprimido pela morte da esposa, a fotógrafa e escritora Carol Dunlop, dois anos antes.
* A jornalista e escritora argentina Cristina Peri Rossi levantou a tese que o escritor morrera de AIDS. Em entrevista ao jornal O Clarín em 2014, Rossi, depois de vários anos de pesquisa, afirmou que Cortázar fora infectado em uma transfusão de sangue devido a uma hemorragia estomacal, no sul da França, em 1981. A esposa morrera contaminada por ele.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

o espaguete

"Em um filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação."
- Charles Chaplin
No clássico "Em busca do ouro" (The gold rush), 1925, o solitário Carlitos, faminto em pleno frio do Alasca, saboreia os cadarços de suas botas como se fossem espaguete.

voos lotados


o ministeriável


"‪Indicações ministeriais são sempre polêmicas. Eu mesmo já propus a criação do Ministério da Psicodelia e até agora, nada.‬"
- Serguei, cantor, 83 anos, sem nada a temer

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017