sexta-feira, 24 de fevereiro de 2006

animação no exterior


O curta-metragem “Historietas assombradas (para crianças mal-criadas)”, terceiro filme de animação dirigido por Victor-Hugo Borges, é um dos finalistas do Prix Jeunesse, um dos principais prêmios internacionais para a produção infantil para TV no mundo, na categoria de produções para crianças de 7 a 11 anos (ficção). A premiação acontece em maio, em Munique, Alemanha.
Produzido por Mayra Lucas e Paulo Boccato, pelas empresas Glaz Cinema e Neoplastique, o filme é resultado do programa “Curta Criança”, financiado pela TVE Brasil e pelo Ministério da Cultura. Realizado com R$ 60 mil provenientes do programa, o projeto resultou em um curta 35mm, um curta para televisão, e um piloto para série de TV. São três histórias baseadas em lendas brasileiras, que misturam terror e humor, contadas por uma velhinha para sua netinha, que insiste que só irá dormir após ouvir uma história “muuuito assustadora”. A vovó e sua netinha, dubladas respectivamente por Miriam Muniz (falecida recentemente) e Isabela Guasco, foram feitas com a técnica stop-motion; as lendas foram feitas em 3-D, numa técnica denominada “toon shade”, que imita o 2-D.

O curta estreou em festivais de cinema no Anima Mundi, em julho de 2005, e, desde então, acumula inúmeros prêmios: Melhor Curta pelo Júri Popular na Mostra Rio BR; Melhor Curta Brasileiro e Melhor Filme pelo Júri Infantil no Goiânia Mostra Curtas; um dos 10 Favoritos do Público e Prêmio TV Cultura no Festival Internacional de Curtas de São Paulo; Melhor Animação no Vitória Cine Vídeo; Prêmio Canal Brasil na Mostra Tiradentes, e Prêmio da Crítica na Mostra Curta Cinema. O filme também acaba de ser o único curta paulista selecionado para o Cine-PE 2006, que acontece em abril no Recife.

“Historietas” é o primeiro filme de animação da Glaz Cinema, empresa que tem se dedicado nos últimos anos à produção de curtas, documentários e longas-metragens. Atualmente, finaliza seu primeiro longa, “Corpo”, dirigido por Rossana Foglia e Rubens Rewald, e começa a produção do segundo, “Um Dia”, com direção de Jeferson De. Desde 2004, a Glaz tem se focado também no segmento de animação.
Atualmente, a empresa está produzindo nesse gênero os curtas “Yansan” e “Cânone para três mulheres”, ambos do premiado diretor Carlos Eduardo Nogueira (de “Desirella” e “253-b”); “Ícarus”, novo filme de Victor-Hugo Borges; “Osmar, a primeira fatia do pão de fôrma”, de Alê McHaddo (vencedor do prêmio da Academia Brasileira de Cinema com “A lasanha assassina”), e “4=1”, de Nelson Nascimento. Também prepara seu primeiro longa de animação, “Minhocas”, em co-produção com a Anima King, e séries de TV para o público infantil, entre as quais uma baseada em “Historietas”.

Nenhum comentário: