quarta-feira, 1 de março de 2006

a estréia de Lilian

Lilian Taublib em "Crime delicado", de Beto Brant. Foto Priscila Prade

“O filme me trouxe autoconhecimento e amadurecimento. Apontou novos caminhos e uma estrada a percorrer. Esse contato com a arte e o cinema fez com que ambos se tornassem um eixo em minha vida.”

“Não me sinto deficiente, sou eficiente. O filme é encantador porque mostra a história de uma mulher ousada, misteriosa, que ama, sente raiva. A falta da perna é um mero detalhe."

“Se cruzo com um amputado na rua, não paro para me solidarizar. Não tenho essa visão do coitadinho.”


Trechos da entrevista com a atriz Lilian Taublib no Correio Braziliense de hoje (www.correioweb.com.br). No filme de Beto Brant, "Crime delicado", ela interpreta Inês, uma modelo que mantém um relacionamento ambíguo com um pintor e um crítico teatral.
Lilian tem 27 anos e aos 16 anos teve de amputar a perna direita, acometida pelo câncer quando tinha apenas 11 anos.

Nenhum comentário: