domingo, 10 de maio de 2015

uma mãe à procura do filho

“Quem é essa mulher / que canta sempre esse estribilho / 'só queria embalar meu filho / que mora na escuridão do mar'”

Essa mulher é Zuzu Angel. Esses versos são da música Angélica, que Chico Buarque compôs para ela, e está no disco Almanaque de 1981.

O filho que deixou de ser embalado pela mãe, era Stuart Angel, estudante de Economia, preso em maio dos anos de chumbo de 1971, por agentes do Centro de Informação da Aeronáutica, torturado e assassinado, e o corpo possivelmente jogado na escuridão do mar. Tinha 26 anos. Ela, 54, quando morreu em 14 de abril de 1976, misteriosamente em “acidente” de automóvel na saída do túnel Dois Irmãos, na Estrada da Gávea, Rio de Janeiro, local que hoje tem seu nome.

Nenhum comentário: