sábado, 2 de maio de 2015

o valor do grito

Em 2 de maio de 2012, o quadro "O Grito", do norueguês Edvard Munch, foi leiloado em Nova York, por 119,9 milhões de dólares, tornando-se a obra mais cara de sempre em um leilão.

A peça, de 1895, é a quarta de uma série de quatro pinturas, e representa uma figura andrógina num momento de profunda angústia e desespero existencial. O plano de fundo é a doca de Oslofjord, em Oslo, ao pôr-do-sol. 

Considerado um das mais importantes do movimento expressionista, o quadro estava nas mãos de Petter Olsen, um empresário norueguês cujo pai foi amigo e patrono de Munch.

Nenhum comentário: