segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

je ne regrette rien

foto Jean Philippe Carbonier, 1957
Edith Piaf interpretava e vivia cada palavra que cantava. Derramava seu coração em cada nota.
Non, je ne regrette rien”, letra belíssima de Michel Vaucaire, musicada por Charles Dumont, é a gravação ícone da cantora, 1960, e, sem dúvida, a canção que melhor exprime seu jeito de amar, viver e de ir embora.
Hoje ela faria 101 anos sem arrependimentos, mesmo ao contrário do que dizia em outra canção, “je vois la vie en rose”, mesmo e apesar dos poucos e intensos 47 anos idos.

Nenhum comentário: