domingo, 22 de janeiro de 2017

dentro do samba-canção

“Ninguém cantava um samba-canção como Maysa – e ninguém parecia viver dentro de um samba-canção como Maysa.”
- Ruy Castro em A noite do bem do bem, publicado em 2015.
Na foto abaixo, Maysa em um show na boate Number One, RJ, 1972, ano que, deprimida, começou um autoexílio em sua casa em Maricá.
Cinco anos depois, no final de tarde do dia 22 de janeiro, ao voltar do casamento do filho, dirigindo a toda velocidade sobre a ponte Rio-Niterói, a cantora faleceu ao bater o carro em uma mureta, quando tentava desviar de outro veículo.

Nenhum comentário: