segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

chorando na chuva


Apesar da atriz Debbie Reynolds ter sido sempre a preferência do diretor Stanley Donen para interpretar a atriz Kathy Selden em “Cantando na chuva” (Singin'in the rain), por pouco Judy Garland não se eternizou no papel do clássico musical. Leslie Caron e Jane Powell também estiverem na lista.
O filme co-dirigido e interpretado por Gene Kelly, em 1952, tem um enredo simples, mas se fortalece pela narrativa de metalinguagem. É um filme dentro de um filme, um musical dentro de um drama, ou um drama coreografado em um musical.
Ambientado na transição do cinema mudo para o falado, curiosamente o roteiro foi escrito a partir da canção-título que ficou famosa, com o longo plano-sequência sob chuva e ícone de todos os musicais: Gene Kelly saltitando em “I´m happy again”.
O papel de Debbie Reynolds tem uma simbologia importante na trama ao questionar a responsabilidade dos dubladores, quando ela é chamada para colocar sua voz na de outra atriz do cinema mudo.
Debbie foi casada com o ator e cantor Eddie Fischer, e se foi ontem, aos 84 anos, um dia depois de sua filha, Carrie Fischer, a Princesa Leia Organa de “Guerra nas Estrelas”.

Nenhum comentário: