sexta-feira, 6 de maio de 2016

wie einst, Lili Marleen...

Nos anos 20, a atriz alemã Marlene Drietrich foi a primeira mulher a usar calças em público. Nos anos 40, recusou o convite de Hitler para fazer filmes pró-nazistas e foi para os Estados Unidos.
Durante a Segunda Guerra visitava os soldados aliados e eternizou a canção de Hans Leip, Lili Marleen, composta em 1915.

No começo dos anos 60 interpreta a viúva de um militar em O julgamento de Nuremberg, de Stanley Kramer, época em que retornou ao seu país.
No final da década de 70 fez seu último, Apenas um gigolô, contracenando com David Bowie. A atriz estava com 77 anos e decidiu se recolher em seu apartamento em Paris, onde faleceu aos 90 anos, numa manhã de 6 de maio.
Dietrich não suportava o fato de envelhecer. A causa de sua morte continua um mistério, "envolto na névoa da noite", como diz a canção que tem seu nome.
Acima, a atriz fotografada por Irving Penn, New York, 1948.

Nenhum comentário: