terça-feira, 31 de maio de 2016

"I sure do wish I was at home"

“Tenho que falar sobre a introdução de John Bonham em ‘Good Times Bad Times’, no primeiro álbum. Isso mudou o mundo da bateria do dia para a noite. Isso foi em 1968. Tivemos 12 anos de bateria de John Bonham sendo apreciada por todo o mundo da música – o fato é que ele mudou o modo de tocar bateria, a percepção da apreciação da bateria e do mundo da música.”
Guitarrista Jimmy Page sobre o baterista e a faixa de abertura no álbum de estreia da banda, Led Zeppelin, com a icônica capa com a imagem do dirigível Hindenburg incendiando.
Bonham é merecidamente um dos maiores bateristas de todos os tempos, ao lado de Keith Moon, do The Who, e Ginger Baker, do Cream.
As constantes viagens da banda fizeram John Bonham mergulhar de cabeça na bebida. Foi a forma que encontrou para amenizar a ausência da família, de casa, ao contrário do estigma que se faz de um roqueiro.
Hoje ele faria 68 anos, mas se foi aos 32, em 1980, depois de uma noite com 40 doses de vodka.

Nenhum comentário: