sexta-feira, 8 de abril de 2016

belo e inesperado

Poema de Julio Cortázar descoberto 25 anos após sua morte, publicado em Papeles inesperados, 2009, onde reúne textos, relatos e outros inéditos.

Nenhum comentário: