sexta-feira, 7 de julho de 2017

um dia vestido de saudade viva

Sete anos hoje sem o cantor e compositor piauiense-brasiliense Clésio Ferreira.
Juntamente com os irmãos Clodo e Climério, foi referência em belíssimas composições para muitos cantores que surgiram na década de 70.
Uma história interessante por trás das canções: Clésio fez uma melodia para o poema Memória, de Carlos Drummond de Andrade, mas descobriu que outro compositor tinha feito. Clodo fez uma nova letra para a música, Raimundo Fagner ouviu, gostou, e pediu para gravar. Assim, nasceu o primeiro grande sucesso do cearense, Revelação, faixa de abertura do disco Eu canto, 1978.
Nesse mesmo ano foi lançado o ótimo Chapada do Corisco, o segundo disco da carreira dos Ferreira, produzido por Fagner. Clésio, o primeiro à direita na capa, tinha 65 anos.

Nenhum comentário: