domingo, 5 de fevereiro de 2017

rasgando o céu

 
Em 1970, na noite de apresentação das finalistas do V Festival Internacional da Canção, no Maracanãzinho, o desconhecido Tony Tornado esperava sua vez para defender a música de Antônio Adolfo e Tibério Gaspar, BR 3.
Ivan Lins acabara de interpretar O amor é o meu país, parceria com Ronaldo Monteiro de Sousa. Um técnico da organização do festival ao chamar Tony para o palco, e por ter visto o estádio lotado ovacionando a canção de Ivan Lins, disse ao concorrente: "vá lá, cante, mas essa já ganhou". Tony, do alto dos seus quase dois metros de humildade falou: "você ainda não me ouviu cantar. Espere e veja".
E o resto é história: Tony Tornado, acompanhado de Trio Ternura, colocou seu vozeirão na BR, requebrou o moonwalk bem antes de Michael Jackson, seguiu os passos do seu ídolo James Brown, e o soul funk foi o grande vencedor do festival.

Nenhum comentário: