sábado, 25 de fevereiro de 2017

duas metades

Metade do que eu sinto por você / faria chover no seu sertão / enxuga esse choro, Luzineide / segura e não solta a minha mão...”
- Lula Queiroga, cantor e compositor pernambucano, ‘caba’ bom demais, em sua canção pra Luzineide, gravada do disco “Aboiando a vaca mecânica” , de 2001. 
O cineasta Lírio Ferreira, 'outro caba da peste' dos recifes, colocou a composição na ótima trilha de Árido Movie, de 2005.
Só metade de uma arte na outra banda faz chover uma arte inteira.

Nenhum comentário: