quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

a presença de Drummond

foto Rogério Reis, 1982
“Não há falta na ausência. 
A ausência é um estar em mim.”

Verso do belíssimo poema Ausência, de Carlos Drummond de Andrade, publicado no livro Corpo, em 1984, três anos antes de sua partida.
Há pouco mais de dez anos a Revista Bula reuniu 20 convidados, entre jornalistas, escritores, críticos literários, para escolherem os mais significativos poemas do nosso poeta maior. Ausência estava presente.
Como disse uma vez o crítico Alfredo Bosi, “a obra de Drummond alcança um coeficiente de solidão, que o desprende do próprio solo da História, levando o leitor a uma atitude livre de referências, ou de marcas ideológicas, ou prospectivas”.
foto Rogério Reis, 1982

Nenhum comentário: