sábado, 22 de agosto de 2015

a lenda do blues

Com mais de 100 discos gravados, John Lee Hooker foi o responsável por unir, no começos dos anos 60, o blues primitivo do Delta de Mississippi com a música folk norte-americana, caracterizada por cantores brancos. O próprio Bob Dylan se popularizou nesse momento, com seu estilo casual, falado, e os riscados de sua gaita.

Hooker se foi há 14 anos, aos 83. Viveu mais do que seus amigos bluesmen que também trouxeram a música e história da zona sul rural dos Estados Unidos, das fazendas de algodão, como Muddy Waters, Howlin' Wolf, Elmore James, Lightnin' Hopkins.

Vibrei quando ele fez duas pequenas participações no cinema, brilhando com seu carisma em Os irmãos cara-de-pau (The Blues Brothers), de John Landis, e A cor púrpura (The color purple), de Steven Spelbierg, respectivamente de 1980 e 1985. 

Aliás, foi nessa década que "redescobriram" Hooker. Em 1989 ele gravou o ótimo álbum The Healer, com participações cheias de reverências de Keith Richards, Carlos Santana, Los Lobos, Robert Cray e outros roqueiros que confessaram a influência em suas guitarras.

Hooker morreu enquanto dormia, no silêncio, no lamento de um blues.

Nenhum comentário: