quarta-feira, 24 de outubro de 2018

nunca mais outra vez

O governo Arthur da Costa e Silva, que durou de 1967 a 1969, se caracterizou pelo avanço do processo de institucionalização da ditadura. O que era um regime militar difuso transformou-se numa política que eliminou o que restava das liberdades democráticas, intensificando a repressão policial-militar.
No dia 24 de outubro de 1968, há exatos 50 anos hoje, a casa de Dom Helder Câmara, em Olinda, Pernambuco, foi metralhada. O regime ditatorial não tolerava opiniões contrárias.
No final daquele ano, no dia 13 de dezembro, o general assina o famigerado AI-5, dispositivo jurídico-político que suspendeu os direitos políticos entre tantos itens de radicalização autoritária sobre os cidadãos. Foi o golpe dentro do golpe.

Nenhum comentário: