segunda-feira, 30 de julho de 2018

se você vier me perguntar...

Um homem percorre de um lugar a outro, com sua bagagem à mão. E ao completar a sua travessia, se despoja dessa bagagem, plena de referências históricas sobre o seu pensamento e sua ação na inserção social, para reiniciar sua trajetória, agora já despida de resquícios das convicções do passado. Percebe-se pela exposição acintosa desse legado intelectual que seu conhecimento transcende o ardor das paixões e requer a experiência da apurada e impiedosa razão.
Assim o ator e diretor cearense Ricardo Guilherme escreveu o solo De olhos abertos lhe direi, a partir dos versos das canções do conterrâneo Belchior. O espetáculo estreou em Fortaleza, em 2016, por ocasião dos 70 anos de nascimento do compositor há tempo muito tempo longe de casa.
A criativa e comovente homenagem de Ricardo, numa entrega total em palco, como um canto torto em nosso alma, comprova a atualidade do pensamento lúcido e visionário do compositor que não morreu há 15 meses.

Nenhum comentário: