quinta-feira, 12 de julho de 2018

a moça que passa de minissaia

Flagrante urbano na Av. Rio Branco, Rio de Janeiro, 1910, foto de Marc Ferrez, Acervo IMS.
Ferrez, falecido em 1923, aos 80 anos, foi o completo cronista visual das paisagens e dos costumes cariocas da segunda metade do século XIX e do início do século XX. Não somente o Rio, todas as regiões do Brasil fazem parte da sua valiosa obra iconográfica.

Nenhum comentário: