sábado, 11 de março de 2017

simplesmente Maurício



Leonardo Da Vinci dizia que "a simplicidade é o último grau de sofisticação". Uma máxima aplicável ao fotógrafo Mauricio Albano.
Ele foi uma das poucas pessoas que conheci com tanta pureza, doçura, ternura. Sua filosofia de viver as coisas simples, de valorizar as coisas simples, de viver simplesmente viver, era cativante para quem estivesse ao seu lado. E isso, claro, reflete em seu trabalho de cinco décadas fotografando a vida.
Elegância da alma, fineza da alma, distinção da alma: a sofisticação que Da Vinci menciona.
E de maneira simples, em sua casa, Mauricio se foi há dois hoje.

Nenhum comentário: