quarta-feira, 12 de outubro de 2016

tanta coisa


"É tanta coisa que o amor faz / vem como um rio / em sua calma voraz..."
- Djavan em Aliás, 1994

Nenhum comentário: