sábado, 5 de setembro de 2015

o silêncio


                              foto de Henning Lohner, 1991

“Nenhum som teme o silêncio que o extingue. E não existe silêncio que não seja prenhe de som.”

Hei de passar minha vida inteira não para compreender, mas para sentir a música experimental e poética de John Cage. E esse atravessar me basta.

Nenhum comentário: