domingo, 29 de maio de 2011

admirável Zé Ramalho


Zé Ramalho diante uma multidão de 15 mil pessoas, sob o céu de Brasília, na Noite Cultural do T-Bone, 312 Norte, 26/5/2011,

Povo marcado, povo feliz.

5 comentários:

Jailton Pontes disse...

Eu tava lá!!! Adorei!!!!

Cristina Pereira disse...

Puxa, Jajá, eu também estava lá. Pena que não te vi. Show adorável.

José Bandeira Filho disse...

Maravilhoso!!! Pena que eu não estava lá. Um abraço primo.

Ricardo Augusto disse...

Gosto muito do Zé Ramalho, desde o tempo em que se apresentava como "Zé Ramalho da Paraiba", o violeiro de Alceu Valença. Em Fortaleza, ele se apresentou com a banda do Alceu, nos tempos gloriosos em que música popular significava cultura e a mágica do pensamento libertário passeava pela cabeça da juventude. Tempos pré-axé music, pré-pancadão,pré-forró eletrônico, pré-breganejo, pré quase tudo o que se faz nos dias de hoje! Aliás, o Alceu sempre contou com excelentes músicos. Além do Zé citado,o Ivinho, outro grande violeiro veio com ele a Fortaleza, e, inclusive tocou com o Ednardo.E, como se não bastasse, ainda tinha o Paulo "Lampião" Rafael, na guitarra! Velhos tempos, em Fortaleza havia o Teatro da Emcetur, o Teatro da Credimus, o Teatro do IBEU, o Teatro Universitário, e o José de Alencar não tinha o glamour de ser chamado de "Theatro", era bem menos modernizado, mas funcionava a todo vapor, com platéias cheias , com gente sentada até no corredor, aplaudindo Gil, Alceu, Ednardo, Fágner, Caetano, Macalé,Papa Poluição,show do Massafeira, etc...etc...etc...! Mudou a juventude ou mudei eu? Ou o foi só o Tempo que passou levando tudo, como tudo tem que passar,hein Gil?

Rosina Chaves disse...

Obrigada, Nirton! Valeu! Não pude ir e essa "canja" tá divina! Beijos!