domingo, 14 de junho de 2015

no palco e nas ruas

"Tem som no microfone?
Vocês são iguais sabem a quem? Àqueles que foram na 'Roda Viva' e espancaram os atores! Vocês não diferem em nada deles, vocês não diferem em nada. E por falar nisso, viva Cacilda Becker! Viva Cacilda Becker!"

Assim esbravejou Caetano Veloso, na final paulista do Festival Internacional da Canção, em 1968, quando sua música É proibido proibir foi recebida com vaia pelo público.

A primeira-dama dos palcos brasileiros é citada no trecho do discurso por ter, corajosamente, participado e tomado a frente da comissão de artistas que foi à residência do então governador Abreu Sodré, exigir providências sobre o ataque ao Teatro Galpão.

Hoje, 46 anos sem essa grande atriz nos palcos e nas ruas.
E por falar nisso, viva Cacilda Becker!

Nenhum comentário: