quinta-feira, 16 de setembro de 2010

o papa não é pop

 caricatura Alisson

O ultraconservador Joseph Alois Ratzinger, mais conhecido como Papa Bento XVI, está na Grã-Bretanha para visita e salamaleques monárquicos de quatro dias, mesmo com protestos programados por parte da população.

O chefe da Igreja Católica celebrará duas missas, e os fiéis interessados pagarão 25 libras (algo em torno de 30 euros) para assistí-las - cada uma! O ingresso dá direito a um cd e livro de orações, e terão a "oportunidade" de ouvir Susan Boyle cantar.

Templo é dinheiro. De qualquer igreja.

5 comentários:

Romério Rômulo Campos Valadares disse...

nirton:
o ratzinger usa roupas VALENTINO e as botas vermelhas são PRADA.
o homem é quase um francisco de assis!

Nirton Venancio disse...

Igreja é um grande negócio, caro Romério.

Romério Rômulo Campos Valadares disse...

estrutura religiosa é um negócio mais rentável que banco. e a igreja católica ainda tem o AMBROSIANO.

Nirton Venancio disse...

Romério, tudo impressiona em grandeza na Igreja Católica. O que é uma descarada contradição para a propagação da fé cristã. A jornalista R.A. Scotti tem um livro muito interessante, "Basílica de São Pedro", onde conta a história da construção do prédio, relatando o ambicioso empreendimento arquitetônico, desde o papa Clemente VII, nos anos 1500, tudo envolvendo corrupção e gastos absurdos.

Norton Lima Jr disse...

Ratzinger é o ápice da intromissão da ridicula lógica na Fé. Preferem o Joao Paulo 2º? Acham o ex-ator para juventude polonesa mais bonitinho? Saibam que ele era apenas o boneco do cabeção Ratzinger...