sábado, 11 de setembro de 2010

é tudo verdade


 - O que você estava fazendo no momento dos ataques às Torres Gêmeas?

Eu estava em casa, lendo "Orson Welles no Ceará", de Firmino Holanda. Minha mulher me ligou dizendo apavorada "liga a tv!". Deixei Orson Welles nos mares bravios alencarinos, continuando o ainda inacabado "It's all true",marcado por uma tragédia nas filmagens: a morte de Jacaré, líder político dos jangadeiros, no início dos anos 40. 

Deixei de lado o cidadão Kane e fui ao seu país, acompanhar ao vivo outra tragédia que mudaria definitivamente o século XX para este em que estamos vivendo sob o domínio do medo, sob a incontrolável ganância de quem detém o poder em seus botões, tempo de partidos, de homens partidos, como diria Drummond.

Meu filho tinha quatro anos e me agarrei a ele como quem se abraça à esperança, como quem suplica a paz. Ele assistia às torres caindo com o mesmo interesse que assistia aos desenhos dos super-heróis americanos. Não entendia bem o meu pavor e eu entendi bem a sua inocência.

8 comentários:

Alfredo Marques disse...

Um misto de pavor e satisfação saltaram da cadeira em busca das imagens de 11 de setembro. Recebia o impacto da notícia, abalado e preocupado com a dor das vítimas e ao mesmo envaidecido com a capacidade de reação dos colonizados que rebelavam-se com a pequena escaramuça.
O recado não foi apendido. Os Senhores da Guerra continuam a causar sofrimento para milhoes de pessoas em todo mundo, ao impor goela a baixo sua soberania universal.
Prevalece a máxima: Quem planta vento, colhe tempestade.
Respostas maiores e mais contundentes virão, até que se substitua a "democracia das armas" pela diplomacia do diálogo e do respeito ao próximo!

Hercília Callado Lopes disse...

Eu liguei a TV no momento da coisa e gritei para o meu filho que estava dormindo: A GUERRA COMEÇOU!!!!!

Joe Pimentel disse...

Estava olhando para a tv tomando uma bananada.

Ricardo Augusto disse...

Eu estava na fila de um banco,quando entrou um amigo meu e me perguntou se eu já estava sabendo que estavam atacando os Estados Unidos. Tomei um susto: como é que é? Aí ele disse que haviam explodido as duas torres do WTC e tinham jogado um avião sobre o Pentágono.
Confesso que me passou um frio terrível pela espinha.Meu primeiro pensamento foi de que uma guerra total estava se iniciando.
Creio que o mundo inteiro passou por essa horrível sensação de medo e impotência diante dos atos insanos dos "masters of war", como dizia Dylan, pois, afinal, para usar uma figura literária, vivemos todos sob essa espada de Dâmocles, né , caro Nirton, só esperando que um dia ela caia sobre nossas cabeças!

Ana Cecília Bastos disse...

Também eu pensei em meus filhos.

Albanisa Dummar disse...

Arlen Medina me deu a notícia na escada da diretoria do O Povo.Ñ acreditei...

Norton Lima Jr disse...

estava dormindo e karine me acordou

Maísa Vasconcelos disse...

Estava no ar, ao vivo, e decidimos exibir simultaneamente as imagens da CNN. Lembro de narrar sem entender de fato o que acontecia. Ninguém entendia. Dia tenso. Dias tensos.