quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

uma tela em cada canto

Em 2009, depois de visitar uma exposição com os trabalhos de Bansky, reproduzidos em enormes fotos, em um museu na Inglaterra, Jamie Scanlon inspirou-se, teve o chamado insight para mostrar seu talento nas ruas.
Aproveitava paredes, latas de lixo, tampas de esgotos, pedras, postes, e o que considerasse uma "tela", e fazia sua intercessão artística.
A repercussão de suas obras a céu aberto, fez de Scanlon, hoje conhecido como JPS, um artista querido nas ruas da litorânea Weston-Super-Mare, e livrar-se de problemas com álcool e drogas.

Nenhum comentário: