quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

cinzas e nada mais

À parte um ou outro conceito religioso, todas as crenças convergem a uma só direção. As cinzas simbolizam a reflexão, a conversão, a mudança, a passageira, transitória, efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte.

Quarta-feira de cinzas, belíssimo quadro do pintor alemão Carl Spitzweg, século 19.

Nenhum comentário: