domingo, 27 de dezembro de 2015

baú de memórias




A Solidão Povoada, de Monique Le Moing, 1996.
A mais completa biografia do médico e escritor memorialista Pedro Nava. A autora, francesa apaixonada e especialista em literatura brasileira, em 1977 ganhou do bibliófilo Plínio Doyle o livro Chão de Ferro, com uma carinhosa dedicatória de Nava. Não imaginaria que dezessete anos depois, escreveria sua tese de doutorado sobre a vida do autor mineiro.
Outro grande livro sobre o memorialista é Tu és Pedro Nava: um crime que ficou sem castigo, do jornalista e historiador Manoel Hygino dos Santos, 2004, mas com o foco sobre o misterioso suicídio do escritor, em 1984.

Nenhum comentário: