sexta-feira, 3 de abril de 2015

tentações da Páscoa


Neste período de Semana Santa a televisão costumava reprisar alguns dos chamados "filmes bíblicos", como Ben Hur (Ben Hur), dirigido por William Wyler, em 1959, O rei dos reis (King of kings), 1951, de Nicholas Ray, e produções da década de 70, como a suntuosa minissérie televisiva Jesus de Nazaré, de Franco Zeffirelli, também lançada nos cinemas.

As reapresentações diminuíram, tanto em número como em qualidade. A grade de programação se resume a coisas como Maria - Mãe do Filho de Deus, dirigido por Moacyr Góes, com a cara-de-novela Giovanna Antonelli, e a obviedade nada-mais-nada-menos Padre Marcelo Rossi. 

Na foto, o ator Enrique Irazoqui, interpretando Cristo em O evangelho segundo São Mateus (Il vangelo secondo Matteo), dirigido por Pier Paolo Pasolini, em 1964. O filme é excelente, foge a todo tipo de leitura das produções que mitificam e edulcoram a "maior história de todos os tempos", como os títulos acima citados. Passar na TV? Não vejo a mais remota possibilidade.

Nenhum comentário: