sexta-feira, 18 de junho de 2010

a última madrugada

 foto El Pais

"Cada coisa chegará no tempo próprio, não é por muito ter madrugado que se há de morrer mais cedo."

José Saramago, que hoje madrugou pela última vez, aos 87 anos.

Um comentário:

Clara Angélica Porto disse...

toda vez que morre um grande artista, meu coração se aperta.