terça-feira, 8 de junho de 2010

o último sobrevivente

 foto TheSun

Jack Harrison, um escocês considerado o último sobrevivente da fuga de uma prisão nazista na Polônia, faleceu hoje aos 97 anos.

Harrison foi um dos participantes da fuga do campo de concentração Stalag Luft, situado em uma floresta da cidade polonesa Zagan, em março de 1944. Naquela noite, cerca de 200 prisioneiros protagonizaram uma grande escapada através de um túnel. O plano foi audacioso: construiram três túneis, se um deles fosse descoberto os outros serviriam para a evasão. E ainda bolaram  um esquema para, após a fuga, chegarem até a Inglaterra ou qualquer outro país neutro.

 foto TheSun

O episódio inspirou o livro do escritor australiano Paul Brickhill, em 1950, e serviu de base para o roteiro do filme "Fugindo do inferno" (The great scape), produção americana de 1963, dirigida por John Sturges. Com quase três horas de duração é, sem dúvida, um dos melhores filmes ambientados na Segunda Guerra Mundial. Tenho uma cópia em dvd para quando sinto falta de saborear um bom cinema num sábado à tarde. Narrativa tensa e envolvente, personagens cativantes e um elenco que reune grandes intérpretes como Steve McQueen, James Garner, Richard Attenborough, James Coburn, Donald Pleasence e Charles Bronson, um ator que fez muita coisa boa antes de se tornar o durão vingativo da série "Desejo de matar" 1, 2, 3... que o popularizou na década de 80.

 
Livre, o veterano Jack Harrison teve que queimar sua documentação e trocar sua roupa pela de um engenheiro da companhia Siemens, para se tornar um dos 76 homens que conseguiram escapar e um dos três que conseguiram completar a fuga e chegar sãos e salvos no Reino Unido.

Nenhum comentário: