terça-feira, 17 de abril de 2007

encontro no Porto das Caixas

Reginaldo Faria e Irma Alvarez. Foto Acervo


"Quem hoje assista a "Porto das Caixas" (1962), estréia em longa-metragem de Paulo César Saraceni, talvez tenha dificuldade em enxergar os méritos do filme, mesmo porque quase cinco décadas se passaram, e os detalhes e bastidores da produção venham progressivamente sumindo na memória."


Andréa Ormond em seu blog Estranho Encontro está sempre proporcionando grandes encontros com o cinema brasileiro. O próprio título de sua página é uma referência ao segundo longa de Walter Hugo Khouri, de 1957. E ao contrário do que possa sugerir, os encontros são agradáveis. É uma página totalmente dedicada ao nosso cinema, com entrevistas e análises de filmes, muitos deles lamentavelmente esquecidos do grande público.

"Porto das Caixas" é um desses clássicos. Belíssimo filme, inspiradíssimo no neo-realismo italiano, assim como "O grande momento", que Roberto Santos rodou em 1957.

Encontre o texto completo sobre o filme de Saraceni aqui.

Um comentário:

Andrea disse...

Oi, Nirton, obrigada pela divulgação do texto no Olhar Panorâmico. "O grande momento" é uma bela lembrança, o Roberto Santos está em plena forma. Abraços!