quarta-feira, 17 de agosto de 2005

Vereza

foto Pedro Paulo Figueiredo/TV Press







"A arte não é imitação da vida. É um outro tipo de vida"


A declaração é do ator Carlos Vereza, que recentemente "viveu" o prefeito Ademar na novela "Começar de novo". Apesar de vários trabalhos na televisão, Vereza estende o seu talento no teatro e no cinema. Está na peça "Brasil, o mensageiro da paz", principal atração da III Mostra Brasileira de Teatro Transcendental, apresentada na semana passada em Fortaleza. "Brasília 18º" é a nova produção de Nelson Pereira dos Santos, com filmagens no Rio de Janeiro e na capital federal. Nele, o ator interpreta, ou "vive", como prefere, um certo senador Romero, envolvido em grande esquema de corrupção. Apesar de Nelson ter escrito o argumento logo após rodar "Memórias do cárcere", em 1984, o tema não poderia ser mais atual. Aliás, as filmagens em Brasília acontecem literalmente dentro do clima: com os desdobramentos das CPIs no Congresso Nacional, e a baixa umidade relativa do ar, que chega aos 17º neste período do ano, menor do que sugere o título do novo filme do diretor de "Vidas secas".

Um comentário:

Adilson Marcelino disse...

Caro Nirton,
Esses últimos andei com alguns probleminhas particularidades e fiquei um pouco distante da net. Mas hoje vim aqui visitá-lo e, como não poderia ser diferente, ADOREI. Parabéns, os dois blogs estão muito bonitos, e esse aqui interessantíssimo, li de cabo a rabo.
Um grande abraço e continue com o trabalho. Gostei demais.
Adilson Marcelino
Mulheresdocinemabrasileiro.com