sexta-feira, 23 de setembro de 2011

tire o seu sorriso do caminho...

"Os filmes de Spielberg são todos capitalistas ou, pelo menos, pequenos burgueses, todos acreditam em Deus e têm os mesmos valores: politicamente eu acho isso realmente desastroso e desprezível. Com isso, não quero dizer que Spielberg seja um facista, mas apenas que ele não pensa politicamente: ele considera a América como uma espécie de sonho, como um ideal. É atitude como essa que determina o declínio de um país."

Pensamento lúcido do cineasta Jim Jarmusch. 

Gosto de Spielberg, de alguns filmes de Spielberg, como "Encurralado", "Império do sol", "A lista de Schindler". Mas gosto mais, muito mais de Jim Jarmusch, de todos os seus filmes. Identifico-me mais com esse estranho no paraíso do cinema do que com o paraíso que o cinema de Spielberg idealiza.

Nenhum comentário: