quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

cinema sem palavras

 filme Divulgação
A história de uma amizade sem duelo de palavras, é o que diz a sinopse do excelente curta-metragem "A mula teimosa e o controle remoto", produção paulista dirigida por Hélio Villela Nunes.

O filme não tem diálogos, e diz muito mais do que outros veborrágicos que tagarelaram na tela do Festival de Brasília.

De longe, o melhor curta exibido na mostra competitiva. O juri, pelo menos, reconheceu a atuação impecável dos dois garotos, Ícaro Teixeira e Vinny Azar, e dividiu o prêmio de Melhor Ator 

Salva-se o bom senso da premiação paralela: Canal Brasil e Crítica deram o prêmio de Melhor Filme.

2 comentários:

Adeilton Lima disse...

Belo filme!

Anônimo disse...

belo filme,otimos atores