quarta-feira, 2 de julho de 2008

a menina e o general


Em 1979, o general presidente João Baptista Figueiredo foi a Minas Gerais para o lançamento do primeiro carro à alcool da Fiat. Na solenidade de puxa-saquismo, salamaleques e zumbaias no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, um grupo de crianças foi levado para cumprimentar o ditador de plantão, no caso aquele que dizia preferir cheiro de cavalo ao do povo.

Diante da imprensa nacional e internacional, o general estendeu a mão para a primeira garotinha da fila. A foto acima, de Guinaldo Nicolaevsky, diz tudo. A bela recusa da menina ao cumprimento ficou para a história.

Não se teve mais notícia da garota, que hoje deve estar com quase 40 anos. O sítio brpress lançou uma campanha para localizá-la, e várias outras páginas na internet aumentam a rede de procura.

2 comentários:

Transe Teatro disse...

Muito boa!

lupin disse...

não tinha ainda visitado este seu outro blog.
nem sabia dessa sua faceta de cineasta.
é um prazer tomar conhecimento.
abraços.