sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

o cinema ao redor

Sexta-feira, abro o jornal com a programação dos lançamentos nos cinemas... e, com raríssimas exceções, não há nada que se destaque. As atenções das páginas estão direcionadas a "Lincoln", novo filme do eterno garoto prodígio de Hollywood, Steven Spielberg, a quem não tenho a mais remota devoção. Aliás, há muito tempo que perdi interesse pelo cinemão americano, com suas megaproduções vazias, dopantes, com total ausência dos conflitos humanos que deram lugar aos efeitos mirabolantes, e mais agora com suas técnicas digitais surpreendentes.

A cinebiografia do mais conhecido presidente que mudou a história dos Estados Unidos, já vem com o "aval" de 13 indicações para o Oscar. Indicações que já parecem premiações confirmadas naquela festa cafona e enfadonha madrugada a dentro.

Vou ver, sim, "Lincoln". Mas, antes, verei "O som ao redor", filme do pernambucano Helder Mendonça Filho, única produção que merece total consideração na programação em cartaz. O resto é mais do mesmo.

Nenhum comentário: