domingo, 6 de janeiro de 2013

guru da Tropicália

"As minhas divergências com todos os meus amigos são as mesmas que existem entre todos os indivíduos que realmente são indivíduos. Isso nada tem a ver com desavença, que é algo muito apetitoso para pessoas mal-intencionadas."

Rogério Duarte, 73 anos, hoje na ótima matéria de capa do Caderno Diversão&Arte do Correio Braziliense.

Duarte, artista gráfico, músico, compositor, poeta, tradutor e professor, já multimídia nos anos 60, mais do que um dos mentores intelectuais da Tropicália, foi um guru do movimento. Aliás, continua sendo. Tanto que a bela canção de sua autoria, "Gayana", que Caetano Veloso canta em seu novo disco, "Abraçaço", traduz bem esse gesto de reverência.

A foto que contorna muito bem o espírito místico do artista, é de Bruno Torturra, feita em 2004, durante o Festival Encontro da Nova Consciência, Campina Grande, Paraíba.

Nenhum comentário: