quarta-feira, 5 de maio de 2010

nossa culpa, nossa máxima culpa?

 foto D.A. Press

A medieval Igreja Católica condenou as aprontações de seus padres pedófilos, mas divide a culpa com a sociedade. A decisão, ou "oficialização", foi anunciada ontem  durante a 48ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Porto Alegre. É a mesma tese absurda que justifica um estupro porque a moça usava uma saia muito curta ou um decote provocante. 

Como se não bastasse, o arcebispo da capital gaúcha, um tal Dadeus Grings, atacou os homossexuais, classificando-os como resultado de um desvio relacionado à educação dos jovens. E vai mais além: "O adolescente espontaneamente é homossexual. Menina brinca com menina e menino brinca com menino. Se não houver uma boa orientação, isso se fixa."  Proposição cretina que não dá pra ser defendida em sã consciência. 

O jornal Correio Braziliense, na edição de hoje, traz  reportagem sobre a reunião desses senhores e seus mediévicos pensamentos.

2 comentários:

Zeus disse...

idiotas, cretinos, tarados

Zeus disse...

cretinos