sexta-feira, 12 de maio de 2017

olhos livres do cinema

“Papai, o que é cinema?”, pergunta a filha Bebel ao pai cineasta, enquadrando a pequena câmera digital. 
“Cinema...” inicia a resposta para de imediato reticenciar em “não sei... não sei... não sei...”

O diálogo nos minutos iniciais do longa-metragem Um filme de cinema, de Thiago B. Mendonça (2017), reverbera-se ao contar a aventura de uma criança na feitura de um filme como tarefa escolar. A garota também não sabe o que é cinema, ainda, mas tem a intuição que o próprio pai não percebe: uma câmera na mão e uma ideia no coração, parafraseando enviezadamente a máxima cinemanovista. Assim nasceu o cinema, perseguindo a realidade enquanto a recorta retangularmente.

- Trecho de algumas observações ao longa, no catálogo da IX Mostra Outros Cinemas, Caixa Cultural Fortaleza, de 10 a 14 de maio.
Site com mais informações sobre o evento: http://migre.me/wBtU9

Nenhum comentário: