sexta-feira, 14 de abril de 2017

Jesus nas ruas

Um grupo de atores encena pelas ruas da grande Montreal, de forma nada convencional, uma versão teatral de A Paixão de Cristo.
Para complicar, a via-crucis de Jesus se confunde com as dificuldades de cada um do elenco, principalmente para o jovem ator a quem pegaram para Cristo.
Jesus de Montreal (Jésus de Montréal), de Dennys Arcand, produção canadense, 1989, tem um dos mais originais roteiros que abordam o martírio de Cristo em direção à cruz. Com roteiro do próprio diretor, a narrativa de metalinguagem da peça dentro do filme faz um paralelo de cada acontecimento da história com o cotidiano dos artistas, dando uma simétrica e curiosa interpretação bíblica para os seres “comuns”.
Arcand faz um cinema onde desconstrói mitos e conceitos estabelecidos dissecando algum sentido para nossas inquietações. No enredo do filme, a peça não é vista com bons olhos pela Igreja. Fora do filme também.

Nenhum comentário: