segunda-feira, 4 de agosto de 2014

o caso de Thomas


Bastidores de "Crown, o magnífico", de Norman Jewinson, 1968. No tempo em que era prazeroso assistir um policial americano. E nesse filme o bom é a dosagem certa do suspense com romance. Steve McQueen é o chefe de uma quadrilha que rouba milhões de um banco. Faye Dunaway é uma investigadora de uma agência de seguros, e receberá 10% da quantia recuperada. Mas bate uma atração legal entre os dois, uma daquelas mesmo de cinema, sem frescura, sem pieguice... aí, já viu, complica. Muita ação e uns amassos numa boa química entre os atores. Sempre achei que o título original tem mais a ver (e sentir), "The Thomas Crown Affair".

Nenhum comentário: