terça-feira, 30 de novembro de 2010

tela árida


 43º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro: muitos filmes, pouco Cinema.

Nenhum comentário: