quarta-feira, 3 de novembro de 2010

calendário

 Dia Um, de Edith Derdyk

Quarta-feira com cara de segunda... como se a terça tivesse sido num domingo que não existiu. Moldamos os dias, noites e eclipses pelo que se habitua a fazer e pelo que deixou de acontecer.

Hoje é o despertar do que começamos, com a tarde que continuamos e o descanso que nos anoitece.

É uma invenção, uma abstração para organizar o que há de concreto.

Um comentário:

Adriana Horta Fernandes disse...

" o que há de concreto" e também o que nao há...ainda. Bom te ler!