quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Dans mon île

foto Marcos D'Paula/AE

“Quem não sentiu o suingue de Henri Salvador?”, perguntava Maria Bethania, em "Reconvexo", faixa que abria o disco "Memória da pele", de 1989. A música foi composta pelo mano Caetano, um admirador desse grande músico francês, de quem gravou, em 1981, a belíssima "Dans mon île", que está no vinilzão "Outras palavras".

Henri Salvador foi embora ontem para sua ilha... aos 90 anos.

Corre a lenda que Tom Jobim teria se inspirado em "Dans mon île" para criar a Bossa Nova. O fato é que a canção estava no documentário "Europa de noite" (Europa di notte), dirigido pelo italiano Alessandro Blasetti, em 1958, e muitos músicos brasileiros, além de Jobim, ficaram fascinados com a canção daquele francês de ascendência espanhola e indígena. Henri Salvador passou a ter uma forte ligação com o Brasil, com a música brasileira.

A interpretação de Caetano Veloso em "Dans mon île" é muito bonita, mas fica aqui o link para ouvir a original, de 1957, na voz belíssima do seu autor.

2 comentários:

Gledson Shiva disse...

Olá Venâncio (só por curiosidade: este sobrenome tem alguma coisa a ver com os shopping VENANCIO 2000 e/ou 3000?)

Tá aí meu link do blogOFF
http://outrasformasdefazer.blogspot.com/

Nirton Venancio disse...

Gledson,que eu saiba, não.