sexta-feira, 8 de dezembro de 2006

os prêmios de Volver

Penélope Cruz em "Volver", de Pedro Almodóvar. Foto El Desejo Films

O primeiro trabalho do diretor alemão Florian Henckel von Donnersmarck, “Das Leben der Anderen”, possivelmente com tradução no Brasil para "A vida dos outros", ganhou o prêmio de melhor filme da Academia do Cinema Europeu, que aconteceu no começo do mês em Varsóvia, Polônia. “Volver”, de Pedro Almodóvar, venceu outras cinco categorias, melhor diretor, atriz (Penélope Cruz), fotografia (Jose Luis Alcaine), trilha sonora (Alberto Iglesias) e prêmio de público como melhor filme.

O filme alemão foi escolhido também nas categorias ator (Ulrich Muehe) e roteiro. O festival prestou homenagem a Roman Polanski e foi a primeira vez realizado em uma cidade do leste europeu.

Sucesso também no 59º Festival de Cinema de Cannes, realizado em maio, "Volver" é um forte concorrente ao Oscar. O longa foi indicado pela Espanha para concorrer a uma vaga na categoria melhor filme estrangeiro. O Brasil concorre com o ótimo "Cinema, aspirinas e urubus", de Marcelo Gomes.

Depois de atuar em filmes que não foram muito aclamados pela crítica e nem estouraram nas bilheterias, a atriz Penélope Cruz parece ter acertado em cheio ao aceitar o convite de Almodóvar para atuar em "Volver". Na produção espanhola ela faz o papel de Raimunda, mulher determinada que há anos guarda um segredo sobre o pai de sua filha adolescente, revelado quando sua mãe morta reaparece como fantasma.